MGLU3 
R$11,45  7,96%  
PETR4 
R$35,82  2,41%  
VALE3 
R$60,14  1,38%  
BBAS3 
R$26,54  2,05%  
ITUB4 
R$31,50  0,16%  
BBDC4 
R$12,69  1,86%  
ABEV3 
R$11,27  1,14%  
USIM5 
R$7,05  1,12%  
TAEE11 
R$33,42  1,10%  
WEGE3 
R$38,07  0,71%  

7 passos de como diversificar os investimentos (Renda Fixa e Renda Variável)!

7 Passos de como diversificar os investimentos
Diversificar os investimentos é uma estratégia vital para ter uma carteira bem equilibrada. Veja aqui os 7 PASSOS DE COMO DIVERSIFICAR OS SEUS INVESTIMENTOS e aprenda de uma vez a investir com segurança maximizando os seus retornos!

Sabemos que diversificar os nossos investimentos é uma estratégia essencial para minimizar os riscos e maximizar os retornos. Distribuindo as suas aplicações entre diferentes tipos de investimentos é possível reduzir a exposição a único ativo (ou tipo de ativos).

Porém, como diversificar os investimentos entre renda fixa e variável de uma forma segura e organizada?

Neste artigo, vamos lhe apresentar 7 passos essenciais para te auxiliar a diversificar seus investimentos, permitindo que você construa uma carteira sólida e equilibrada.

Lembramos que isso não é uma sugestão ou indicação de investimentos e que é importante você estudar e buscar orientação profissional caso acredite ser necessário. Estamos aqui para te auxiliar na sua caminhada por conhecimento, fornecendo conteúdo e dicas para facilitar sua evolução.

1 – Estabeleça seus objetivos financeiros na Renda Fixa e Variável

Antes de começar a diversificar seus investimentos, é importante entender seus objetivos financeiros. Por que você está disposto a investir? Qual é o foco de seu investimento?

Defina metas específicas, como sua aposentadoria, compra de imóveis, compra de um carro, educação dos filhos ou crescimento do patrimônio. Com base em suas metas, será possível determinar o prazo em que seu dinheiro estará investido e o nível de risco que você estará disposto a assumir.

2 – Estude os diferentes tipos de investimentos

Você deixaria seu filho nas mãos de alguém que não sabe cuidar de crianças? Então por que devemos investir nosso tão suado dinheiro em locais que não conhecemos?

A próxima etapa é estudar os diferentes tipos de investimentos da Renda Fixa e da Renda Variável. Nós do site A Sua Renda estamos aqui para lhe auxiliar nesta etapa. Em breve, iremos postar uma série de artigos com características detalhadas destes diversos investimentos.

Renda Fixa: A principal característica deste tipo de investimento é a segurança, onde sabemos o retorno sobre nosso investimento inicial. Os ativos desta categoria são conhecidos por serem utilizados como reserva de emergência, ativos de baixo risco dentro de uma carteira de investimentos e representam grande parte das aplicações de investidores mais conservadores.

Exemplos de investimentos de Renda Fixa são: LCA, LCI, LC, LF, CDB, CRA, CRI, RDB e Títulos do Tesouro Direto (Selic e IPCA).

Renda Variável: Já a Renda Variável se refere a ativos com maior risco e volatilidade. Os ativos desta categoria são utilizados pelos investidores com o objetivo de se obter um retorno maior do que o presente na Renda Fixa (porém não há uma garantia disto ocorrer). Normalmente investidores com um perfil agressivo investem em Renda Variável.

Exemplos de investimentos de Renda Variável são: Ações, Fundos de Investimento Imobiliários (FIIs), Opções de Ações, Criptomoedas, Futuros, ETFs, Câmbio e certos Fundos de Investimento.

3 – Entenda o seu perfil de investidor

Identificar o seu perfil de investidor é essencial para tomar decisões adequadas com base no nível de risco que você está disposto a enfrentar.

Os três principais perfis são: Conservador, Moderado e Arrojado/Agressivo.

Se você é mais conservador, pode optar por aplicar a maior parte de seus investimentos em ativos de Renda Fixa. Investidores moderados podem se aventurar um pouco mais na Renda Variável, porém ainda mantendo a maior parte de sua carteira dentro da Renda Fixa. Já o investidor com perfil agressivo deve ter grande conhecimento sobre os diferentes tipos de investimentos, sendo capaz de possuir parte relevante de sua carteira na Renda Variável.

4 – Diversifique seus investimentos entre Renda Fixa e Variável

Com base no seu perfil de investidor, defina a proporção de cada tipo de ativo em sua carteira de investimentos.

Uma estratégia interessante é primeiro determinar qual será a porcentagem de seu capital que será investida em Renda Fixa e Renda Variável (por exemplo: 80% em Renda Fixa e 20% em Renda Variável).

Então devemos dividir cada uma destas categorias para entender quanto iremos investir em cada tipo de investimento (ações, FIIs, títulos de Renda Fixa com liquidez diária, títulos de Renda Fixa com prazo de vencimento, etc.). Veja o exemplo abaixo:

Tabela de Diversificação de investimentos

Lembre-se que é importante você encontrar um equilíbrio que esteja de acordo com seus objetivos e tolerância ao risco (as % do exemplo não devem ser consideradas como indicação de investimento).

5 – Escolha os ativos para investir (lembre-se de diversificar!)

Com as categorias (Renda Fixa e Renda Variável) já divididas, busque ativos para diversificar seu capital. Em Renda Fixa, por exemplo, você pode investir em diferentes tipos de títulos, com prazos e emissores variados (títulos com liquidez diária e títulos a médio/longo prazo).

Para Renda Variável, escolha empresas de setores distintos ou invista em fundos que acompanham índices amplos de mercado. A diversificação ajuda a reduzir riscos específicos de cada investimento.

6 – Acompanhe de perto e faça ajustes periódicos

Uma carteira diversificada requer acompanhamento regular. Verifique se seus investimentos estão alinhados com seus objetivos e faça ajustes sempre que necessário. À medida que sua situação financeira muda ou o mercado se movimenta, pode ser necessário realocar os recursos para manter o equilíbrio desejado entre Renda Fixa e Renda Variável.

7 – Busque conhecimento e orientação profissional

Investir pode ser complexo, especialmente quando se trata de diversificar entre Renda Fixa e Renda Variável. Portanto, mantenha-se sempre atualizado e busque conhecimento por meio de livros, cursos ou consultores financeiros.

Neste site você encontrará conteúdos diários que irão lhe auxiliar a entender mais sobre o mercado financeiro, a como investir na bolsa sendo iniciante, como investir no tesouro direto, entre outros temas. Então fique ligado e não deixe de nos visitar com frequência!

Diversificar seus investimentos entre Renda Fixa e Renda Variável é uma abordagem inteligente para proteger seu patrimônio e alcançar seus objetivos financeiros. Ao seguir esses sete passos, você estará no caminho certo para construir uma carteira de investimentos equilibrada.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
Picture of Felipe Mourão

Felipe Mourão

Felipe Mourão é engenheiro graduado pela USF, apaixonado pelo mercado financeiro e conhecimento. Atualmente, assina textos no A Sua Renda.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Você pode Gostar

Você precisa saber!

Cotações - Ações

CMIG4
2,64%
R$9,97
CSMG3
0,72%
R$19,31
CPFE3
1,09%
R$32,66
EGIE3
0,28%
R$43,47
EQTL3
0,75%
R$29,03
SAPR4
1,99%
R$5,41
TAEE3
0,54%
R$11,10
FLRY3
1,31%
R$14,29
RADL3
1,32%
R$24,74
PETR3
2,10%
R$37,51
PETR4
2,41%
R$35,82
GGBR4
0,70%
R$17,37
RANI3
0,84%
R$8,26
KLBN4
0,49%
R$4,05
SUZB3
0,16%
R$49,00
VALE3
1,38%
R$60,14
ITUB4
0,16%
R$31,50
ITSA4
0,92%
R$9,67
ABEV3
1,14%
R$11,27
BRFS3
1,16%
R$18,78
JBSS3
1,08%
R$29,19
EMBR3
2,99%
R$39,97
GOLL4
1,83%
R$1,07
AZUL4
2,62%
R$9,30

Categorias

plugins premium WordPress