MGLU3 
R$10,67  3,70%  
PETR4 
R$36,50  1,59%  
VALE3 
R$61,40  0,90%  
BBAS3 
R$26,39  0,46%  
ITUB4 
R$31,91  0,68%  
BBDC4 
R$12,41  0,24%  
ABEV3 
R$11,28  0,71%  
USIM5 
R$7,61  3,68%  
TAEE11 
R$33,49  0,39%  
WEGE3 
R$40,78  2,44%  

Imposto de Renda CDB: O Seu Guia Definitivo!

Imposto de Renda CDB: O Seu Guia Definitivo!
Descubra como declarar o Imposto de Renda para o CDB, aprenda sobre a tabela regressiva do IR e do IOF, e calcule o rendimento líquido do seu investimento. Guia essencial para investidores.

Já se perguntou como funciona e como declarar o Imposto de Renda para o CDB? Hoje, vamos abordar esses temas fundamentais para você que investe nesse ativo. Além disso, vamos falar sobre a tabela regressiva do IR e do IOF, mostrar formas de calcular o rendimento líquido de seu investimento e como calcular o Imposto de Renda para o CDB.

CDB paga Imposto de Renda?

O Imposto de Renda, assim como o IOF (para aplicações de menos de 30 dias), são impostos inclusos nos rendimentos do CDB. Ou seja, os lucros de seu CDB (Certificado de Depósito Bancário) serão tributados pelo Imposto de Renda, seguindo as porcentagens (%) de uma tabela regressiva.

Quais são os impostos presentes no CDB?

O Certificado de Depósito Bancário, mesmo sendo um excelente investimento de renda fixa, possui certos impostos que podem minimizar seus ganhos líquidos.

Desse modo, o CDB é tributado pelos seguintes impostos: Imposto de Renda (IR) e Imposto sobre operações financeiras (IOF).

Tabela Regressiva do Imposto de Renda – CDB

A tributação do IR no CDB segue uma tabela regressiva, onde a alíquota diminui conforme o tempo de aplicação. Ou seja, quanto mais tempo você mantiver o seu dinheiro investido no CDB, menor será a alíquota de imposto a pagar.

Veja abaixo como funciona a tabela regressiva do Imposto de Renda, visualizando como ela pode influenciar os ganhos de sua aplicação.

Tabela Regressiva do Imposto de Renda – CDB
Prazo de InvestimentoAlíquota de IR
Até 180 dias22,50%
De 181 a 360 dias20,00%
De 361 a 720 dias17,50%
Acima de 720 dias15,00%
Tabela Regressiva do IOF – CDB

Assim como o IR, a tributação do IOF também segue uma tabela regressiva. Porém, a diferença é que, seu investimento em CDB será tributado apenas caso sua aplicação dure menos de 30 dias.

Portanto, caso você aplique seu dinheiro para médio ou longo prazo, não terá que se preocupar com a incidência de IOF sobre seu investimento.

Veja abaixo como funciona a tabela regressiva do Imposto sobre operações financeiras (IOF).

Tabela Regressiva do IOF – CDB
DiaAlíquota de IOFDiaAlíquota de IOFDiaAlíquota de IOF
196,00%1163,00%2130,00%
293,00%1260,00%2226,00%
390,00%1356,00%2323,00%
486,00%1453,00%2420,00%
583,00%1550,00%2516,00%
680,00%1646,00%2613,00%
776,00%1743,00%2710,00%
873,00%1840,00%286,00%
970,00%1936,00%293,00%
1066,00%2033,00%300,00%

Como calcular o Imposto de Renda aplicado no CDB?

Agora que você conhece as alíquotas de cada um dos impostos presentes no CDB, chegou a hora de aprender como realizar o cálculo de seu rendimento líquido. Desse modo, vamos começar pelo cálculo do Imposto de Renda.

Em nosso exemplo, vamos utilizar o CDB pré-fixado do Banco C6 S/A, que possuí rentabilidade anual de 12,55% e prazo de vencimento de 365 dias.

CDB Pré-Fixado
Instituição FinanceiraRentabilidade AnualVencimento (dias)Valor Mínimo
BANCO C6 S/A12,55%365R$ 1.000,00

Veja abaixo o rendimento bruto total, considerando um investimento de R$ 5.000,00:

Cálculo do Rendimento Bruto – CDB
Valor investidoRentabilidade AnualPrazoRendimento BrutoValor Total
 R$ 5.000,0012,55%365 R$ 627,50 R$ 5.627,50

Utilizando a tabela regressiva do Imposto de Renda para o prazo de 365 dias, temos que, o IR sobre o lucro será de 17,50%. Desse modo, veja abaixo o cálculo da rentabilidade líquida para esse investimento em CDB:

Cálculo do Rendimento Líquido – CDB
Rendimento BrutoIRRendimento LíquidoValor TotalLucro (%)
 R$ 627,5017,50% R$ 517,69 R$ 5.517,6910,35%

Portanto, nesse exemplo, você pode ver que teríamos o lucro real de 10,35% (R$ 517,69) sobre o valor investido.

Utilize essa metodologia para saber qual será o lucro real de seu investimento em CDB.

Como calcular o IOF aplicado no CDB?

Caso você precise resgatar o valor investido em menos de 30 dias, terá que pagar IOF sobre o rendimento de seu CDB.

Desse modo, utilizando o mesmo CDB do exemplo anterior, podemos calcular a tributação do IOF da seguinte forma:

Considerando que você precise resgatar o seu investimento em 15 dias, teremos a cobrança de 50% de IOF + 22,50% de IR sobre o seu rendimento.

Desse modo, teremos o seguinte rendimento líquido:

Cálculo do Rendimento Bruto – CDB
Valor investidoRentabilidade AnualPrazo (dias)Rendimento TotalValor Total
 R$ 5.000,0012,55%15 R$ 25,79 R$ 5.025,79
Cálculo do Rendimento Líquido – CDB
Rendimento BrutoIRIOFRendimento LíquidoLucro (%)
 R$ 25,7922,50%50% R$ 9,990,20%

Como você pode ver, para evitar que seu lucro seja reduzido drasticamente pelos impostos, é importante que você invista em CDB pensando no longo prazo.

Além disso, vale ressaltar que nem todos os CDBs permitem resgates antecipados, sendo importante avaliar essa característica antes de realizar sua aplicação.

Como declarar o CDB no Imposto de Renda?

Caso você aplique em CDBs, será obrigado a informar seus investimentos na declaração do Imposto de Renda. Desse modo, utilize o Informe de Rendimentos de sua corretora como base para sua declaração.

Os rendimentos são tributados na fonte e, portanto, devem ser declarados mesmo que o valor investido seja baixo.

Além disso, existem duas formas de declarar os investimentos em CDBs, sendo divididas em: CDBs já resgatados e não resgatados.

CDBs já resgatados

Caso algum dos seus CDBs tenha vencido ou se você tenha realizado o resgate antecipado no decorrer do ano vigente, será necessário seguir o procedimento descrito abaixo:

1 – Acesse o programa da Receita Federal (IRPF).

2 – Procure pela aba “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva”.

Imposto de Renda CDB que já foi resgatado - Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva-Definitiva

3 – Clique em “Novo” e preencha os dados conforme orientações abaixo:

  • Escolha o Tipo de Rendimento: “06 – Rendimentos de aplicações financeiras”. 
  • Determine o Tipo de Beneficiário: Selecione se o CDB está em seu nome (Titular) ou no nome de um dependente.
  • Informe o CNPJ da Fonte Pagadora: Aqui você deve incluir o CNPJ da instituição financeira que possui a custódia do seu investimento (não necessariamente é a sua corretora).
  • Informe o nome da Fonte Pagadora: Escreva o nome da instituição financeira que possui a custódia de seu CDB.
  • Adicione o Valor: Nesse campo você deve informar o rendimento líquido de seu CDB, presente no informe de rendimentos de sua corretora.
Imposto de Renda CDB que já foi resgatado - Preenchimento Declaração IR

Por último, clique em “OK” e seu investimento em CDB estará declarado corretamente.

CDBs que ainda não foram resgatados

No caso dos CDBs que ainda não foram resgatados, siga o procedimento abaixo.

1 – Acesse o programa da Receita Federal (IRPF).

2 – Procure pela aba “Bens e Direitos”.

Imposto de Renda CDB que ainda não foi resgatado - Bens e Direitos

3 – Clique em “Novo” e preencha os dados conforme orientações abaixo:

  • Escolha o Grupo: Selecione o grupo “04 – Aplicações e Investimentos”. 
  • Determine o Código: Selecione o código “02 – Títulos públicos e privados sujeitos à tributação (Tesouro Direto, CDB, RDB e Outros)”
  • Informe a Localização (País): Aqui você deve incluir o país de seu investimento. Nesse caso, como se trata de um CDB, você deve escolher “105 – Brasil”.
  • Adicione o CNPJ: Nesse campo você deve adicionar o CNPJ da instituição financeira que possui a custódia do seu investimento. Lembre-se de olhar no informe de rendimentos de sua corretora.
  • Discriminação: Escreva de forma detalhada os dados de seu CDB, como o nome da corretora, nome do CDB, prazo de vencimento e valor investido.
  • Situação em 31/12/2021 (R$): Busque em seu informe de rendimentos e informe o saldo nesta data.
  • Situação em 31/12/2022 (R$): Assim como no tópico anterior, verifique em seu informe de rendimentos para adicionar o saldo.
Imposto de Renda CDB que ainda não foi resgatado - Preenchimento Declaração IR

Por fim, clique em “OK” e finalize sua declaração.

Conclusão

Esperamos que este guia tenha sido esclarecedor e útil para você compreender a tributação do CDB. Portanto, lembre-se sempre da importância de manter a regularidade fiscal e realizar a declaração correta dos seus investimentos no Imposto de Renda.

Além disso, se tiver dúvidas mais específicas ou precisar de orientações detalhadas, é sempre recomendado buscar a ajuda de um contador ou especialista em finanças.

Já está pronto para incluir o CDB em sua declaração de Imposto de Renda?

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
Picture of Felipe Mourão

Felipe Mourão

Felipe Mourão é engenheiro graduado pela USF, apaixonado pelo mercado financeiro e conhecimento. Atualmente, assina textos no A Sua Renda.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Você pode Gostar

Você precisa saber!

Cotações - Ações

CMIG4
0,49%
R$10,25
CSMG3
0,86%
R$19,89
CPFE3
0,22%
R$32,51
EGIE3
0,09%
R$43,96
EQTL3
0,52%
R$28,80
SAPR4
0,00%
R$5,34
TAEE3
0,54%
R$11,09
FLRY3
0,14%
R$14,16
RADL3
0,08%
R$24,79
PETR3
2,02%
R$38,40
PETR4
1,59%
R$36,50
GGBR4
0,99%
R$17,40
RANI3
2,19%
R$8,40
KLBN4
0,49%
R$4,11
SUZB3
1,19%
R$48,15
VALE3
0,90%
R$61,40
ITUB4
0,68%
R$31,91
ITSA4
0,10%
R$9,80
ABEV3
0,71%
R$11,28
BRFS3
1,45%
R$20,31
JBSS3
0,41%
R$29,53
EMBR3
2,31%
R$36,35
GOLL4
0,97%
R$1,02
AZUL4
4,09%
R$7,73

Categorias

plugins premium WordPress